Você está no menu de acessibilidade

Utilize este identificador para citar ou criar um link para este item: http://acervodigital.unesp.br/handle/unesp/179392
Título: 
Catedral de Santo Antônio de Guaratinguetá
Autor(es): 
nc
Instituição: 
Acervo "Barroco Memória Viva"
Descrição: 
Externamente é rica em detalhes. O perfil é recortado por coruchéus em forma piramidal. A divisão do corpo da igreja das torres acentua a verticalidade através de colunas duplas. O triângulo frontão é rígido e comprimido no espaço das torres e está assente sobre a cimalha que corre toda a frente e a lateral da igreja. Internamente, é de três naves separadas por arcos de volta inteira, altares na nave principal e nas laterais, altares no transcepto demarcado por arco pouco menor que o arco cruzeiro. A capela-mor de corpo menor, tem tribunas com janelas de peitoril entalado e na nave, arcos de volta completa, com acabamento sacado em forma eliptica. No exterior, a pequena praça não comporta a beleza da fachada, porém compensada pelo posicionamento da torre do lado direito que está em destaque devido a abertura da rua lateral e declive do terreno.
Resumo: 
A catedral de Santo Antônio de Guaratinguetá, cuja capela primitiva era de 1630, sofreu inúmeras reformas a partir do edifício em taipa de pilão de 1701 e ampliada entre 1773-1780, com o aspecto que se mostra no desenho do austríaco Thomas Ender, de 1817, quando ostentava apenas uma das torres completa. Sua atual configuração se deve a grande reforma (1822-1847) e o último alteamento da torre se deu em 1913 quando se abrem os nichos para os evangelistas na parte externa. Nos altares do corpo da nave da catedral de Guaratinguetá é que se expõe uma linha do tempo evolutiva das diversas tendências, devido às sucessivas reformas. Tombamento: Lei Municipal nº 177, de 26 de junho de 1952, que a declara “obra de valor histórico como monumento da fundação de Guaratingueta”.
Data de publicação: 
14-Fev-2010
Data de publicação: 
14-Ago-2014
Palavras-chaves: 
  • Arquitetura barroca
  • Estilo Barroco
  • Arte Sacra
  • Período Colonial
Créditos: 
Fotografia e texto Percival Tirapeli; Tratamento das imagens Letícia Mayumi Ozono.
Local: 
Guaratinguetá, São Paulo - Brasil
Referência bibliográfica: 
  • TIRAPELI, Percival. Igrejas paulistas: Barroco e Rococó. São Paulo: Editora UNESP, 2003.
  • História da Catedral. Disponível em: <http://www.catedralsantoantonio.com.br/catedral_historia.php>. Acesso em: 14 mai 14.
Endereço permanente: 
http://acervodigital.unesp.br/handle/unesp/179392
Tipo de Licença: 
Personalizado
Aparece nas coleções:Arte Brasileira - Barroco

Arquivos deste item
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
sp_csag_001.jpgFachada4.1 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_002.jpgVista Geral (Nave e capela-mor)7.75 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_003.jpgVista Geral (Nave e capela-mor)7.47 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_004.jpgVista Geral (Nave e capela-mor)6.58 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_005.jpgRetábulo-mor7.38 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_006.jpgAltar-mor (Sto. Antônio)6.61 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_007.jpgPintura do forro da Capela-mor7.28 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_008.jpgAltar de São Miguel8.26 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_009.jpgAltar N. S. Aparecida7.07 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_010.jpgAltar N. S. do Carmo7.84 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
sp_csag_011.jpg Altar Santa Terezinha6.81 MBJPEGThumbnail
Ver/Abrir
 

Itens do Acervo digital da UNESP são protegidos por direitos autorais reservados a menos que seja expresso o contrário.